domingo, 14 de dezembro de 2014

Resumo Cronológico da História das Testemunhas de Jeová

A origem das testemunhas de Jeová remonta ao movimento adventista do século 19, na América. Esse movimento começou com William Miller, um pregador batista leigo que, no ano 1816, começou a proclamar  que Cristo regressaria em 1843. As suas predições sobre a "Segunda Vinda" ou "Segunda Advento" prenderam a atenção de milhares de pessoas que pertenciam às igrejas batistas ou a outras igrejas principais. Mas eis que também essa data passou sem nada ocorrer.

As testemunhas de Jeová tem raízes que remontam aos adventistas, mas não costumam admitir isso às pessoas de fora; e muitas testemunhas não conhecem os detalhes. Elas estão habituadas a defenderem-se contra a acusação de que são uma nova seita religiosa. Frequentemente respondem que o seu grupo religioso é o mais antigo de todos, mais antigo que as igrejas católica e protestante.

De fato, o seu livro As testemunhas de Jeová no propósito divino afirma que "as testemunhas de Jeová tem uma história com quase 6000 anos de duração, que começa quando o primeiro homem, Adão, ainda estava vivo"; que Abel, filho de Adão, foi "a primeira de uma linha ininterrupta de testemunhas"; e que "os discípulos de Jesus também eram todos testemunhas de Jeová". Um argumento usado também pelos maçons e outros grupos que querem se legitimar pela antiguidade.

Podemos fazer um resumo cronológico da história das testemunhas de Jeová e seu crescimento no mundo, conforme a seguir:




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reservo-me o direito de não publicar críticas negativas de "anônimos" (Este espaço visa à edificação e, em muitos casos, à instrução. Somente publicarei os comentários que atendam tais propósitos); Discordar não é problema, contudo, faça-o com educação (Não tolerarei palavreado torpe, ofensivo e inconveniente); Atenha-se ao conteúdo do texto (aqui não há espaço para personalismos ou críticas ad hominem)