terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Estudando as Doutrinas da Bíblia: Projeto de Formação em Teologia Sistemática


Não creio que Deus deseje que o estudo da teologia resulte em confusão e frustração. Sendo assim, tentarei expressar as posições doutrinárias deste blog de modo claro e mostrar em que parte das Escrituras encontrei provas convincentes para elas.

Penso que não estarei fazendo nada além de ser honesto para com os leitores deste blog ao apresentar no começo as minhas próprias convicções com respeito a certos pontos que são objetos de debates dentro do cristianismo evangélico. Sou comprometido com uma visão conservadora de inerrância bíblica, bem de acordo com a "Declaração de Chicago" do Congresso Internacional sobre Inerrância Bíblica, e com a posição reformada tradicional a respeito de questões relacionadas com a soberania de Deus e com a responsabilidade do homem, a extensão da expiação e o problema da predestinação. De acordo com a visão reformada, sustento que as pessoas realmente nascidas de novo nunca perderão sua salvação. Com respeito à relação entre homens e mulheres, defendo uma visão que não é nem tradicional nem feminista, mas "complementarista" - isto é, que Deus criou o homem e a mulher iguais em valor e personalidade e iguais no fato de ambos serem dotados da imagem divina, mas tanto a criação como a redenção indicam alguns papeis distintos no casamento e na igreja. Sobre o governo da igreja, defendo uma forma congregacional modificada, com pluralidade de presbíteros em cargos de liderança. Defendo uma visão batista do batismo, segundo a qual os que fizeram uma profissão de fé pessoal digna de crédito devem ser batizados. Sustento que "batismo no Espírito Santo" é uma frase que se aplica melhor à conversão e que as experiências posteriores são mais bem designadas pela expressão "ser cheio do Espírito Santo"; além disso, proponho que todos os dons do Espírito Santo mencionados no Novo Testamento ainda são válidos hoje, mas "apóstolos" é um ofício, não um dom, e esse ofício não existe mais. Sou pré-milenista pré-tribulacionista, pois creio que a segunda vinda de Cristo pode ocorrer a qualquer dia e precederá o milênio - isto é, marcará o começo do reino milenar de Cristo, de paz perfeita sobre a terra - e se dará antes da tribulação - ou seja, há cristãos que não passarão pela grande tribulação.

Isso não significa que ignoro outros pontos de vista. Onde há diferença doutrinárias, dentro do cristianismo evangélico, tentarei representar outras posições com imparcialidade, explicar por que discordo delas e fornecer referências das melhores defesas disponíveis das posições opostas. (Se falhar em representar uma visão oposta de modo exato, apreciarei comentários e emails de qualquer pessoa que sustente essa posição; pessoalmente, penso que muitas coisas estão em formação em mim ainda, por isso, há possibilidades de haver correções em meus escritos num ou noutro post para este blog!!). [adaptado do Prefácio de Teologia Sistemática: Atual e Exaustiva, de Wayne Grudem]


Como Projeto de Formação para futura graduação em teologia, colocarei referências neste post das matérias elaboradas a respeito das convicções apresentadas aqui, atualizando de ano em ano o link para que fique sempre ativo até minha meta. Começo em 20 JAN 2015 com perspectiva de chegar aos 30 anos (2019) com boa parte daquilo que percebo através das Escrituras, e do relacionamento com o Deus Único e Verdadeiro, juntado de forma coerente e sistemático.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reservo-me o direito de não publicar críticas negativas de "anônimos" (Este espaço visa à edificação e, em muitos casos, à instrução. Somente publicarei os comentários que atendam tais propósitos); Discordar não é problema, contudo, faça-o com educação (Não tolerarei palavreado torpe, ofensivo e inconveniente); Atenha-se ao conteúdo do texto (aqui não há espaço para personalismos ou críticas ad hominem)