domingo, 25 de janeiro de 2015

Uma Palavra às Regentes de Conjuntos Infantis: Desperta, Jovem(!)

by Desperta Jovem


"Quero ser como criança, te amar pelo que és..."

É uma canção muito bonita, quando cantada com sinceridade por adultos. Mas não faz qualquer sentido essa canção na boca de CRIANÇAS! É totalmente descabido uma criança cantar dizendo que quer ser como criança e "voltar a inocência...". Pelo amor de Deus! Culpa das crianças? Não. Mas dos adultos para quem falta muito bom senso.

Regentes de conjuntos infantis, revejam o repertório que vocês têm levado para os pequeninos! Letras difíceis, sentidos complexos, expressões incoerentes com a infância, léxicos (palavras) não adequados para crianças... Tudo isso é também parte de um fenômeno secular que tem vitimado nossas crianças, roubando delas a sua infância. Este fenômeno chama-se "ADULTIZAÇÃO". São os adultos impondo seus costumes, seus vícios, sua cultura para infantis criaturas, violentando-as para que não sejam o que são, mas o que queremos que elas sejam.

Em meu tempo de infância, como eu ficava feliz (minha mãe muito mais) cantando “Fico feliz em vir em tua casa, erguer minha voz e cantar: Aleluia!” ou “Vamos louvar a Jeová com pandeiros e palmas...” (e outros clássicos de Turma do Barulho) ou “Alguém me perguntou se Cristo vai voltar, a resposta foi aquela que na Bíblia escrita está: Ele voltará...”. Eram músicas com letras simples, rimas fáceis, ritmo alegre e muita paixão de criança! Mas, o secularismo influenciou a igreja em seu repertório e lamento que, mesmo bem intencionadas, nossas líderes infantis errem por querer que as crianças cantem aquilo que os adultos não cantam. E hoje, as músicas cantadas por nossas crianças – não pela música em si, mas pela inadequação dela na boca dos infantis – estão ficando chatas visto que incoerentemente suplantaram a alegria e a singeleza dos pequeninos. Música boa pra criança é aquela que elas nem precisam segurar hinários, porque já decoraram tudo e ficam com as mãos livres para louvar a Papai do céu com palmas e o rosto erguido para sorrir bastante para os amigos do lado!!!

E pastores, pelo amor de Jesus Cristo, orientem suas lideranças! Afinal, a missão do pastor não é só dirigir culto nem comprar bancos pra igreja ou fazer campanha pra pintar paredes. O bom pastor discipula, instrui, ensina, orienta, alimenta... suas ovelhas! Ensine a igreja que quando somos meninos temos que falar como meninos, pensar como meninos e agir como meninos (1Co 13.11). Jesus gosta das crianças que são crianças (Lc 18.16)

[P.S.: Talvez quando nossas crianças cantem "quero ser como criança, voltar a inocência..." ou coisas parecidas impostas pelos adultos, elas estejam de fato reclamando seu direito de ser criança! Nós adultos é que não estamos percebendo isso. E esta música que citei é apenas um exemplo dum largo repertório que poderíamos citar aqui...]


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reservo-me o direito de não publicar críticas negativas de "anônimos" (Este espaço visa à edificação e, em muitos casos, à instrução. Somente publicarei os comentários que atendam tais propósitos); Discordar não é problema, contudo, faça-o com educação (Não tolerarei palavreado torpe, ofensivo e inconveniente); Atenha-se ao conteúdo do texto (aqui não há espaço para personalismos ou críticas ad hominem)