quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Ação Social e Estratégia de Evangelização


A ação social da Igreja não pode ser uma estratégia de evangelização. Um dos objetivos da Igreja no mundo é também a sua ação nesse mundo. Ora se a ação da Igreja na sociedade é um dos seus objetivos, esta não pode ser uma estratégia, pois estratégia é aquilo que fazemos para alcançar o objetivo.

O problema da ação social como apenas uma estratégia é que ela se acaba a partir do momento que houve a evangelização. Assim, se todos estão “evangelizados” não há mais necessidade da ação social. Dessa forma, reduz-se a missão da igreja para angariar novos membros, e não espalhar e promover os valores do Reino de Deus.

- Alexandre Milhoranza

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reservo-me o direito de não publicar críticas negativas de "anônimos" (Este espaço visa à edificação e, em muitos casos, à instrução. Somente publicarei os comentários que atendam tais propósitos); Discordar não é problema, contudo, faça-o com educação (Não tolerarei palavreado torpe, ofensivo e inconveniente); Atenha-se ao conteúdo do texto (aqui não há espaço para personalismos ou críticas ad hominem)